Arte fato

Arte fato

Arte fato

Incluir na poética do medo
O preço da fuga
Retirar da luz a claridade
Como do cenário o pano

Eis-me assim olhando para o futuro,
Observando o rasgo.
O olho atenta o plano da parede,
Inventa ilusões, perspectivas,
Sobreposições e formas semi-quanticas
Pseudo-feminimas
Misteriosamente capazes da verdade.

Para que tanto,
Se fosse-nos possível
Estancar o pensamento
Venerar o silêncio e já não respirar
A plena verdade surgiria:
Relógio que não diz a hora,
Calendário que não marca o tempo,
Escada na horizontal,
Ornamento e paixão que vira amor,
Eis a arte, parte que me cabe,
Constante ,seja a vida alegria ou dissabor.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s